Areia do Saara e o Bebê emprestado

Areia do Saara

Essa semana ocorreu novamente um fenômeno climático que já presenciei outras vezes por aqui: o vento sul que traz junto consigo areia do Saara. Pois é, aham, tá bom. Esses austríacos gostam de se achar importante, eu sempre digo. Porque um pouco de pó no ar nao quer dizer que a areia venha realmente do Saara, eu falo pra eles. Mas, ao contrário do que eu pensava, isso é fato verídico. Esse fenômeno acontece algumas vezes por ano, e independe de ser verao ou inverno, mas sim das condicoes do vento. As partículas que chegam até aqui sao bem minúsculas, nao sao graos de areia nao, e também nao sao nocivas a saúde. Quando esse vento sul vem, tudo por aqui muda de cor; quase nao conseguimos enchegar os contornos das montanhas, e o ar fica num tom amarelado/avermelhado. O vento é bem forte, e apesar de o tempo estar seco, a poeira é tanta que o sol nao aparece direito. É um fenômeno bem interessante, mas nao muito agradável…

Bebê de aluguel

Nós temos um afilhadinho. Ele tem um ano e meio e é filho de um dos melhores amigos do meu marido. De vez em quando, tomamos conta dele quando os pais precisam fazer alguma coisa (ou querem umas horas de descanso). O baby é um fofo, super querido, quase nao chora e é super bem comportado. Eu amo criancas, e gosto muito de passar tempo com ele, mas nao posso negar que crianca dá trabalho. Acho que os pais já estao acostumados, e nao sentem mais tanto o quanto é cansativo (ou posso estar enganada). Mas depois que “entregamos” ele de volta aos pais, sempre estamos exaustos. Eu e o meu marido queremos muito ter filhos um dia, e sempre que ficamos com o baby emprestado, concordamos que ainda podemos esperar um pouco e aproveitar a vida a dois por mais um tempo…

Recent Posts

Leave a Comment