Casamento Polonês

Quando eu comentei com algumas pessoas aqui que iríamos em um casamento na Polônia, todos diziam para nos preparamos para muita comida e muita vodka. Mas eu nao imaginava que seria tanto.

Saímos de Innsbruck na sexta de manha, e chegamos em Estetino só no meio da tarde (em polonês a cidade chama Szczetin, mas descobri que tem um nome em português pronunciável, e vou usá-lo de agora em diante). Eu nao sabia muito o que esperar da cidade, tinha lido um pouco sobre a história na internet, que era uma cidade portuária, tem em torno de 400.000 habitantes, é a 8ª maior cidade da Polônia, mas nao tinha visto fotos de lá. Como chegamos de van (ou topic pra quem prefere), passamos por alguns bairros (ou talvez até outras cidades menores, nao sei dizer bem certo) bem pobres, vimos muitas casas e galpoes abandonados, muitos muros pichado e as estradas nao eram das melhores (saindo da Alemanha, era notória a diferenca). Foi aí que me lembrei que a Polônia foi por muitos anos comunista, ou até 1990 pra ser mais exata. E as marcas do comunismo podem ser vistas ainda por lá. Outra coisa que eu nao sabia e fui descobrir chegando lá, é que eles nao usam o Euro, apesar de fazer parte da Uniao Européia. Também fazem parte do Tratado de Schengen, portanto nao é preciso visto para entrar lá.

Logo que chegamos, fomos pro hotel. Naquele dia, a maioria das pessoas que iriam no casamento estavam chegando de viagem também. A noita fomos com toda a galera para um bar/night club, comecar as comemoracoes. Uma coisa eu tenho que admitir, as polonesas sao muito bonitas (pelo menos nesse lugar onde fomos). Em compensacao os poloneses… Vixi. Nao tinham muitos que se salvavam ali nao, viu. hehehe (perdao aí se você é polonês, mas essa nao é uma opiniao só minha, nao…) Como era um night club, tinha até umas dancarinas dancando em cima do balcao (mas nao era strip nao tá?) e umas outra com umas pernas de pau passeando pelo local. Bem diferente do que estamos acostumados aqui, mas divertido.

Sábado era o dia do casamento, mas como só comecava no fim da tarde, de manha fomos passear pela cidade. A cidade em si nao era feia, mas também nao era linda. Tinha uns prédios bonitos, mas li que a maioria deles tem cara de antigo só que na verdade é novo construido para parecer antigo, já que grande parte da cidade foi destruída na guerra. Uma peculiaridade interessante para turistas era uma faixa vermelha sinalizando um caminho sugerido para os turistas passarem em frente aos locais turísticos da cidade. Nunca tinha visto isso antes, mas o Thomas falou que já viu em algumas cidades. Pra mim é novidade, e achei a idéia genial. Assim voce nao se perde! (isso pra mim é de grande importância, já que nasci sem GPS e me perco até em Campo Alegre se duvidar)

O casamento é um caso a parte a ser contado. Primeiro teve a cerimônia religiosa, que foi muito bonita. Pelo menos a decoracao e a igreja eram muito bonitas, porquê o que o padre falou eu nao entendi muita coisa…   De lá seguimos para a festa. Para quem nao sabe, a Vodka é a bebida tradicional lá na Polônia (apesar de ser mais conhecida por ser uma bebida russa), e eles tomam MUITA vodka. **fato interessante: sabia que a vodka é uma cachaca feita de batata, e que a palavra Vodka significa aguinha? ** Bem, chegando no local da festa, fomos encontrar nossa mesa, e apesar de a festa ter um grupo bem grandinho de brasileiros, nós estávamos na mesa de uns poloneses. Todos muito simpáticos e festeiros, e a cada pouco era hora de mais uma rodada de shot de vodka. Nao sei quantos shots tomei, mas nao foram poucos nao… Mas para compensar o álcool todo que é ingerido numa festa assim, eles servem muita comida. Mas quando eu falo muita comida, vocês ainda nao vao conseguir visualizar quanta comida que era. Gente, era muita comida! Nunca vi algo assim na minha vida. Teve entrada, prato principal, sobremesa e na mesa nao parava de chegar mais petiscos. Até que no meio da noite eles servem mais uma vez comida quente, sim, porquê tinha sido muito pouco até agora… E depois ainda tinha sopa, para forrar o estômago e botar mais uns shots de vodka pra dentro!

A festa tinha uma banda, que tocou na maior parte do tempo música polonesa. Mas foi super divertido, e apesar de nao enteder a letra, a música era bem animada! E eles faziam uma pausa a cada pouco e cantavam uma musiquinha que mandava todo o povo voltar pra mesa e tomar um shot. Sim, acreditem, é verdade. Além da banda, uma bateria de samba foi convidada para tocar na festa. Foi super legal, eles chegaram lá de supresa, e tocaram por uma meia hora um batuque bem animado. Apesar de ter vários brasileiros na festa, praticamente ninguém sabia dancar samba, acredita? Pois é, eu sou um deles por sinal.

Lá pelas 4 da manha, o sol já estava nascendo de novo (estávamos bem no norte do país, e aqui é verao agora) e era hora de voltar pra casa. Mas peraí, nao acabou nao! No outro dia teve mais festa! Foi só dormir e acordar pra mais um dia de muita comilanca e bebedeira. A festa de domingo teoricamente acabou cedo, mas como tinha sobrado bebida, continuamos a festa mesmo depois de a banda ter acabado e o local ter fechado as portas. Pelas 11 da noite fomos dormir, acabados… Apesar de tanta bebida, realmente toda a comida ajuda muito a amenizar e a nao deixar a galera ficar bebada muito rápido (claro que eventualmente as pessoas vao acabar ficando bebadas depois de tanta vodka né, mas pelo menos nao tao cedo).

No dia seguinte, seguimos nosso rumo de volta pra casa. Mas eu posso dizer que essa foi uma das melhores festas que já fui. Parabéns aos noivos e muito amor e felicidade ao casal! 🙂

Recommended Posts
Showing 2 comments
  • Natalie

    Oi Mari, tudo bem?
    Bem assim como você eu fui convidada para um casamento polonês, la na terrinha deles.
    E minha preocupação é quanto a roupa. Eu não sei como é a tradição deles, não sei se devo usar longo ou se posso usar um vestido na altura do joelho (como gostaria e faria no Brasil). O cerimonia será num castelo e depois iremos para a “festa” com vodka kkkkk. Será que você poderia me ajudar, me dizendo como você e a maioria das mulheres estavam vestidas para a ocasião?

    Obrigada.

  • Mariana Goncalves

    Oi Natalie!
    Vestido para casamento é sempre um ponto de interrogação né! Eu acho que depende muito do horário. No caso do casamento que eu fui, como a cerimônia religiosa era no começo da tarde e era no final de maio (estava relativamente quente) deu pra usar vestido até o joelho. A maioria das convidadas estava de vestido até o joelho ou longuete, e as pessoas da família e damas de honra estava de longo. Poucas estavam de vestido curto, mas tinha algumas sim.
    Comparando com casamentos que fui na Áustria, lá foi mais parecido com o que estamos acostumados com o Brasil. Muitas das convidadas foram no salão fazer cabelo e maquiagem, todo mundo muito elegante e arrumado. Aqui na Áustria, nos casamentos que fui, apenas a família se arruma bem, o resto dos convidados vai elegante, mas simples.
    Aproveite muuuuuito o casamento na Polônia! Os poloneses são ótimos, super receptivos e sabem festar muito! Foi uma das melhores festas que já fui na vida!

    Beijos!

Leave a Comment