Krampus Tag

Que aqui no Tirol eles têm algumas tradições pitorescas, é fato. Mas a mais cabulosa delas é o Krampus. E hoje é o dia deles.

Krampus são criaturas demoníacas que aparecem no começo de dezembro para punir as crianças que foram más durante o ano. Não, vocês não leram errado, é isso mesmo! Nas duas primeiras semanas de dezembro, rapazes se vestem com essas máscaras bizarras e roupa de pele de ovelha e saem às ruas assustando os transeuntes. Esteja preparado, pois eles já estão à solta! Ontem mesmo, andando pela cidade, me deparei com um grupo deles. Como estava com uma amiga que está morando aqui a pouco tempo, fomos mais perto para ela ver os monstrinhos. Os jovens estavam super bêbados, e isso que deixa os Krampus mais perigosos ainda. Mas tudo pelo meus leitores, pedi para tirar uma foto com um deles para publicar aqui (praticamente arriscando a minha vida pelo blog! kkk).

Brincadeiras a parte, tenho uma má história com Krampus, e sou a primeira a fugir deles quando os vejo, ou melhor, os ouço. Eles andam com uns sinos bem grandes pendurados na cintura para que a galera fique ligada que eles estão na parada. Bem, voltando ao meu medo deles, certa vez fomos em um desfile de Krampus que acontece em vilarejos da região, e foi lá que meu trauma começou. A tradição é que, nesses desfiles, primeiro vêm os malvados Krampus assustar as crianças más (para elas aprenderem uma lição, vejam vocês), e logo depois vem o São Nicolas junto com seus ajudantes anjinhos, dando presentes para as crianças boas. Normalmente rola todo um teatrinho, com narração e tal…

O detalhe é que, no interior, os demoninhos desse desfile têm varas (tipo vara de marmelo, tá ligado?) e eles puxam pessoas que estão assitindo ao desfile para dar varinhadas! Sim, se acharam que o começo da história já era louca, ficou pior né? Mas aí que numa dessas puxadas eu fui a escolhida! Eles me deram umas varinhadinhas (eles batem nas pernas para não doer tanto… uhum…) e um deles acabou me dando uma chifrada no braço! Aí meu braço doeu muito, eu chorei e o Thomas pensou que eu tava com medo dos Krampus! 😛 Mas no dia seguinte pude provar que minhas lágrimas eram de dor, pois a chifrada deixou uma marca roxa de uns 5m de diâmetro no meu braço. E essa foi minha primeira e última vez num desfile de Krampus.

É isso, minha gente. Esses são os riscos que estamos dispostos a passar morando aqui no Tirol.

Beijos, e fiquem atento aos sinos! :*

Fica aqui mais algumas fotinhos dos meus amigos Krampus:

Foto: www.christkindlmarkt.co.at,Salzburg

Recommended Posts

Leave a Comment