Andando de Trenó

Hoje foi mais um dia lindo de inverno aqui no Tirol. Aproveitando o feriado de Dia dos Reis, fomos andar de trenó com alguns amigos do marido. A trilha escolhida dessa vez foi uma conhecida nossa, onde fomos com a prima Carol em setembro, e chama-se Stöckl Alm. Essa trilha fica num vale que é conhecido como o vale do amor, pois lá é tão ingreme que o lugar mais plano é a cama (isso é uma piadinha, hehehe). A trilha levou uma hora e meia pra subir. A comida lá em cima era boa, e o pessoal que cuida da cabana era muito simpático. A vista de lá é linda, e gostei muito de ver a diferença da beleza que tem o verão e o inverno.

 

Stöckl Alm

Essa foi nossa terceira vez com os trenós nesse inverno. A primeira vez foi com a prima Carol (olha ela aqui de novo) e com outros amigos. Dessa vez, subimos o Birgitzer Alm. Essa pista também é boa de descer, mas acabamos saindo de casa muito tarde e quando chegamos lá em cima já estava escurecendo. Eu levei minha lanterna comigo e mesmo assim foi difícil de enxergar a pista. Os outros foram na cara e na coragem sem lanterna, algumas vezes atrás de mim, mas como sou muito lenta, as vezes não tinham paciência para me esperar. Fica a dica, sempre leve sua lanterna, ou saia de casa cedo!

Birgitzer Alm

Outra vez fomos na Nösslach Hütte, que é uma trilha bem curtinha e bem tranquila para subir. Fomos com nosso afilhadinho e sua mãe. Geralmente as famílias com crianças escolhem esse local, assim eles não se cansam tanto. A desvantagem de uma trilha curtinha é que a descida é muito curtinha também. Para ser sincera, a comida lá não estava tão boa, apesar da fama do local afirmar o contrário.

Nösslach Hütte

Eu gosto muito de andar de trenó. É o esporte de inverno que eu mais curto, além de patinar no gelo. Muitas pessoas aqui insistem em me perguntar porque eu não tento esquiar, já que moro no coração do Tirol com tantas estações de esqui ao meu redor e blábláblá. Olha, eu já tentei esquiar algumas vezes, e pra ser honesta, eu não odiei e nem fui tão mal assim nos esquis. Mas eu tenho muito medo. Só essa semana, dois amigos nossos caíram com os esquis e acabaram se machucando bastante (um quebrou a perna e outro quebrou duas vértebras). Então eu penso que, já que eu não sinto necessidade de andar de esqui, pra quê me arriscar a toa? Não vejo sentido. Sendo assim, uso meu tempo com coisas que eu gosto de fazer e evito acidentes. Tô certa ou não tô? 😉

Andar de trenó também pode ser perigoso. Quando as condições da pista não são das melhores, se está muito lisa por conta da neve ter derretido muito ou formado placas de gelo, é melhor evitar. Também é recomendado sempre andar com capacete, pois acidentes acontecem, e nunca é demais se prevenir. Existem um site que mostra as condições das pistas, e sempre checamos lá antes de nos organizarmos para fazer a trilha. Fica aqui o link, para quem tiver interesse: winterrodeln.org

Recommended Posts

Leave a Comment