Nockspitze

Então que semana passada foi feriado de novo por aqui (sim, de novo!). Os meses de maio e junho têm muito feriado. Mas agora acabou, juro. Uma pena, porque é tão bom… Hehehe.

Mas tá, mais um feriado, só que nada planejado. O que fazer? O QUE FAZER? Previsão de sol e calor, e como isso não acontece com muita frequência por aqui, não dá pra não fazer nada. Só quem tá aqui ou que já passou por invernos de 7 meses e verões sem sol pra entender… Como viajamos bastante nos últimos tempos e temos coisinhas planejadas para um futuro próximo, o budget não permitia ir muito longe.

Pensando nas opções de atividades ao ar livre que se tem pelo Tirol, me lembrei de uma coisa que eu queria fazer há muito tempo: assistir ao nascer do sol de cima de uma montanha. Dei a ideia pro Thomas, falamos com uns amigos e organizamos a caravana para a quinta de madrugada rumo ao pico da montanha Nockspitze. Saímos de casa as 2am e deixamos o carro no estacionamento do Axamer Lizum (estação de esqui). Por sorte era noite de lua cheia (sorte mesmo, porque eu não tinha planejado nada com relação a isso) então a subida foi super iluminada!

Foram 2,5 horas de caminhada numa trilha às vezes consideravelmente íngreme (para os meus padrões de subida). Não vou dizer que foi fácil, porque no final eu tava quase sem folego. Mas vou dizer que valeu muuuuito a pena. Na chegada ao topo já estava tudo bem claro, já que o sol já estava “acordado” atrás das montanhas que podíamos ver lá de cima. Tivemos uns minutinhos para nos recompormos e esperar pelo momento mágico do nascer do sol.

Aqui o sol anda muito rápido nessa época de verão, então foi muito interessante ver ele começar a aparecer, e em questão de segundos já dava para ver ele inteiro. Levamos muita sorte, porque apesar de um pouco nublado deu pra ver super bem. As cores são incríveis, e apesar de as fotos terem ficado fantásticas, ainda assim não revelam a real beleza que vimos naquele momento.

Levamos suprimentos para um super café da manhã merecido no alto da montanha, com direito a cervejinha e tudo. Ficamos lá por algumas horinhas ainda, recuperando as energias e apreciando a paisagem. Chegamos em casa bem cansados às 10 da manhã, e quem me conhece sabe que esse seria o horário de eu acordar num dia de folga… Haha. Não foi à toa que alguns não se acreditaram quando souberam que a ideia foi minha mesmo: “A Mari querendo madrugar? Não pode ser…” hahahaha. Pois bem, gente. As pessoas mudam. 😉 (isso não significa que vou deixar de acordar de vez em quando pelas 10:00 nos finais de semana)

Beijocas!

Nascer do sol visto da Nockspitze

Recommended Posts
Comments
  • wellington

    Show… pena que chegamos atrasados… rs

Leave a Comment